sexta-feira, 28 de abril de 2017

RESUMO DO FILME ALÉM DA SALA DE AULA

RESUMO DO FILME: ALÉM DA SALA DE AULA

SOUZA[1], Vera Lúcia Pereira de

              O filme “Além da sala de aula”[2] (no originalBeyond the Blackboard) é inspirado em uma história verdadeira. A atriz principal é Stacey Bess[3], uma professora recém-formada que vai a procura do seu primeiro trabalho. Contudo, ao oposto do que idealizava, é contratada para uma escola nada convencional. Tratava-se de um projeto social para s pessoas sem-teto; as turmas eram multi seriadas e a escola nem nome tinha. Todavia, logo descobriu que não era somente um nome que estava faltando na futura escola.
          A jovem professora chega para seu primeiro dia de aula e verifica, infelizmente, a realidade: a escola era, na verdade, um pretexto para evitar que os alunos ficassem na rua. Não tinha uma preocupação com a aprendizagem dos alunos. Tanto que a escola era desprovida de tudo: não tinha livros, aparelhamentos para aprendizagem, higiene; os assentos e mesas jaziam em condições precárias; assim, como a estrutura física do ambiente escolar que, estremecia quando passava um trem ao lado da escola; e os alunos conviviam com ratos. A escola era tão carente de tudo que nem mesmo tinha um diretor. A quem apelar? Isso tudo somado a miséria extrema que Stacey Bess deparou naquela comunidade. Famílias desestruturadas, vícios, falta de emprego, fome, assim por diante. Como poderia ensinar para alunos, de díspares idades, em condições tão inumanas? Como aqueles alunos poderiam preocupar-se e entender as disciplinas de matemática, geografia, por exemplo, se a fome lhes arrancava a concentração?
        Stacey Bess, então, compreendendo que não poderia obter ajuda de seu chefe direto, começa a trabalhar por conta própria na reestruturação material e física da escola. Do próprio bolso adquire equipamentos, faz higiene no ambiente escolar, pinta. Junta a comunidade abrangendo pessoas do próprio acolhimento que, se põe a auxiliar. Trabalhando em um fim de semana, ou seja, sem ganhar nada por isso e consumindo do próprio dinheiro, os alunos puderam descobrir um ambiente revigorado. Para prover, pelo menos de maneira paliativa, a fome de alguns alunos, ela chega a levar alimento para a sala de aula. Chega, até mesmo, a levar para sua casa uma das alunas que tivera o pai excluo do abrigo, por ter sido pego com bebida alcoólica.
           O comparecimento de Stacey Bess transformou aquele ambiente. A própria mãe de um aluno, que havia sido repreendido por Stacey, agradece-lhe e pede para “ficar em cima”, para cuidar de seu filho. Ela, igualmente, auxiliou na disciplina daqueles alunos. Ela transformou a estrutura e a conduta dos alunos. Descobrindo, por exemplo, que a estranha conduta de uma mãe com sua filha, naquele episódio, era pelo fato da mãe não saber ler.
            Vemos nesse filme, infelizmente, uma grande relação com a realidade das escolas públicas do nosso país.
              Se a nossa Constituição[4] diz que a Educação é direito de todas as pessoas, concluímos que, assim, como no projeto da escola em tema seus administradores eram descuidados com a educação dos alunos, o Estado, igualmente, tem sido na qualidade da educação. O que fazemos é o seguinte: ou não damos o devido valor para o ensino das disciplinas com a pretexto do social, ou esquecemos o social, esquecendo-se que barriga vazia impede sim, uma boa atuação na escola, ainda mais juntado a grande situação de violência em que muito dos nossos alunos convivem.
              Contudo, a exemplo de Stacey Bess, alcançaremos bons frutos na educação se, em primeiro lugar fizermos o possível para auxiliar na estrutura social daqueles alunos, por exemplo, com a alimento, e, em seguida, não descuidar a educação cognitiva. Foi, de tal modo, que a professora transformou a realidade daquela escola: transtornando a realidade da comunidade escolar. Ela instruiu o que tinha que ensinar; mas, percebeu que, tratando-se de educação, o trabalho vai mais adiante da sala de aula, vai “além da sala de aula”.


BIBLIOGRAFIA

Além da Sala de Aula (filme). Título original: Beyond the Blackboard. Direção: Jeff Bleckner. 2011. Disponível em: <http://www.adorocinema.com/filmes/filme-233665/>.



[1] Professora PDE/2009. Professora QPM – SEED/PR. Trabalho apresentado na Implementação das Atividades do PDE/2016, da Professora Marilene Martini Piva.
[2] Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=4BUOV6-L8Mo>. Duração: 1:37’03”. 
[3] Disponível em: <http://www.staceybess.com/>.
Postar um comentário