quarta-feira, 6 de abril de 2011

GRUPO DE APOIO A IMPLEMENTAÇÃO AO PROJETO - PDE/2009 - 1º ENCONTRO


GRUPO DE APOIO DE IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO NA ESCOLA
1º ENCONTRO / 01/09/2010

 VERA LÚCIA PEREIRA DE SOUZA, PROFª PDE/2009

ATIVIDADE

Apresentação do filme “Meu nome é Rádio”, o técnico de futebol Harold Jones (Harris) faz amizade com Radio (Gooding), um problemático estudante do colégio T. L. Hanna High School em Anderson, South Carolina. A amizade deles se estende por várias décadas, onde Radio se transforma de um tímido e atormentado aluno a uma inspiração para a sua comunidade. Um filme com lições de Solidariedade e Amizade.

Após assistir ao Filme responda as seguintes perguntas:

a) É possível descobrir lições de solidariedade e amizade em sua comunidade?

b) Rádio é uma pessoa que apresenta dificuldade de aprendizagem. Averiguar essas ocorrências no dia-a-dia escolar é responsabilidade de todos os profissionais da educação. Você consegue detectar essa dificuldade nas pessoas?

c) Faça uma análise crítica sobre o filme “Meu Nome é Rádio”.


Sugiro também, que acesse o site: http://www.planetaeducacao.com.br/portal/artigo.asp?artigo=262 onde encontrará um artigo produzido por: João Luís de Almeida Machado Doutor em Educação pela PUC-SP; Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (SP); Professor Universitário e Pesquisador; Autor do livro "Na Sala de Aula com a Sétima Arte – Aprendendo com o Cinema" (Editora Intersubjetiva).

Dinâmica de Grupo

Confronto de Papéis

Objetivo:
Identificar sentimentos presentes nas relações interpessoais a partir de perfis diferenciados.

Recursos:
Cadeiras organizadas em círculo e papéis com as frases.

Frases do Grupo Interno:
Ria do que te contar;
Conte um feito profissional;
Não permita que o outro conclua sua idéia;
Desmereça o que te contar;
Promova-se e destaque o seu eu.

Frases do Grupo Externo:
Conte uma piada;
Conte um feito profissional;
Conte uma história triste;
Conte uma notícia;
Conte uma façanha de seus filhos/esposo/namorado.

Tempo:
50 minutos

Procedimento:
1. Divida o grupo em duas partes;
2. Solicite que um grupo retire-se da sala;
3. Distribua a este grupo um papel com uma das frases por pessoa, não há problemas de repetição de papéis;
4. Informe que são os melhores artistas e deverão desempenhar o papel convencendo os colegas com suas histórias;
5. Com o grupo que permaneceu na sala arrume as cadeiras em círculo interno e outro externo, de modo que uma cadeira fique de frente com a outra;
6. Solicite que as pessoas sentem na cadeira interna e aguarde seu colega;
7. O grupo externo deverá sentar-se de frente com o seu colega e contar a sua história. Ressalte que deverá empenhar-se no propósito uma vez que todos falam ao mesmo tempo;
8. Encerrado a primeira história solicite que o grupo externo mude de cadeira, girando no sentido horário pulando duas cadeiras. De frente deste novo colega deverá repetir sua história. Poderá ser realizado mais uma mudança de cadeira.

Processamento:
Ainda sentado abra a discussão sobre sentimentos e percepções. Após algumas manifestações, peça que cada grupo informe qual era seu papel. Peça para os participantes relatarem estes sentimentos.

Avaliação
1- Para que serviu a dinâmica?
2- Como nos sentimos?
Postar um comentário