quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

DIA 17/11/2012 - NOS DESPEDIMOS DO DR. JUSTINO

NOS DESPEDIMOS DO DR. JUSTINO

O médico, político e líder APAEANO que sempre representou Ibiporã com destaque no cenário nacional, faleceu no último dia 10, aos 89 anos


No dia da homenagem da administração, o prefeito José Maria, a primeira-dama Eliana, vice-governador Flávio Arns e sua esposa Odenise; Dr. Justino (d), a sua esposa Ildeman e a filha Márcia



O fundador da APAE de Ibiporã, médico, político e precursor do movimento apaeano no Brasil, Dr. Justino Alves Pereira, morreu na madrugada do último sábado (17), aos 89 anos. Centenas de pessoas compareceram ao seu velório, no saguão do Cine Teatro Pe. José Zanelli, e depois ao sepultamento, no Cemitério Municipal São Lucas, de Ibiporã. Entre as autoridades que lhe prestaram homenagem estiveram o vice-governador do Paraná, Flávio Arns, o prefeito José Maria e a vice-prefeita Sandra Moya, e a presidente da Federação das APAEs do Paraná (FEAPAEs/PR), Neuza Soares de Sá.

   A administração municipal de Ibiporã foi muito feliz ao prestar uma homenagem em vida a Dr. Justino, no dia 25 de abril de 2012, no Cine Teatro. Na ocasião, a presidente da Federação das APAEs, Neuza de Sá, fez um agradecimento que resumiu a importância do seu trabalho em favor da causa da pessoa com deficiência no Brasil: “Em nome de todos os presidentes das APAEs do Paraná, das 341 instituições presentes nos municípios, dos nossos 41 mil alunos e, consequentemente, das 40 mil famílias atendidas, só temos a agradecer ao Dr. Justino”, afirmou.

   No dia da homenagem, foi exibido um vídeo com diversos depoimentos de familiares e amigos, produzido pela Fundação Cultural de Ibiporã. O vídeo pode ser assistido no site da APAE-PR (http://apaepr.org.br) no link “Movimento Apaeano Brasileiro está de luto”.
   Houve também naquele dia show de luzes, acrobacias e foi entregue uma obra de arte – feita pelo artista plástico Henrique de Aragão – em reconhecimento ao Dr. Justino pelos “relevantes serviços prestados à comunidade ibiporaense”. A obra, nominada ‘Leide-N-Mítica’ é um grande pássaro feito em aço inox que compõe a paisagem da Praça Eugênio Sperandio.

BREVE HISTÓRICO

   José Justino Filgueiras Alves Pereira nasceu na cidade de Miraí (MG) em 1923 e mudou-se para Ibiporã na década de 40, recém-formado em Medicina, para trabalhar com o seu tio, Dr. Mauro Feu Filgueiras, no Hospital Santa Terezinha. Desde então, acolheu Ibiporã como a sua cidade.
   Pioneiro da educação especial no Paraná, fundou várias APAEs, entre elas a de Ibiporã (em 1968) e a de Curitiba, tendo também presidido a Federação Nacional das APAEs (FENAPAEs).
   Na política, atuou como vereador em Ibiporã, depois foi deputado estadual, deputado federal, secretário de Saúde do Estado do Paraná e chefe de gabinete dos Ministérios da Saúde (gestão do ministro Mário Lemos – 1972-74) e da Educação (gestão Ney Braga – 1974-78).

MENSAGENS SOBRE O DR. JUSTINO:

Prefeito José Maria“Dr. Justino sempre foi um exemplo de retidão e amor à causa do próximo. Foi um bom pai, bom político, um amigo, preocupado sempre com a causa dos menos favorecidos. Isso fez dele uma pessoa singular. E com os que conviveram com ele, Dr. Justino foi uma pessoa muito importante. Era um homem muito cordato, sábio, ponderado e sempre com a preocupação em construir algo para as futuras gerações. Sempre atento por deixar algo de positivo nas ações que realizava. Dr. Justino foi aqui vereador, depois deputado estadual e deputado federal, ocupou vários cargos nos governos federal e estadual. Foi um homem de uma influência muito grande e que utilizou dessa parcela de poder para ajudar o próximo. E os mais próximos dele eram os que mais necessitavam do poder público. E cito aqui a APAE. O movimento apaeano no Brasil deve muito ao Dr. Justino e à Dona Ildeman (sua esposa). Ele foi um pilar insubstituível deste movimento. Ajudou a construir esta ONG que é a maior do mundo (APAE) e está instituída na grande maioria dos municípios brasileiros. Portanto, nos enche de orgulho termos tido um ibiporaense exemplar que conviveu tantos anos com a família ibiporaense e deixou aqui um legado de respeito, amizade, de amor cristão e, sobretudo, amou esta terra como poucos. Ele cantava e louvava a cidade de Ibiporã como ‘o melhor lugar do mundo para se viver’.”

Vice-governador Flávio Arns
“O Dr. Justino foi uma grande pessoa, um grande médico, grande pai de família, político, amigo, companheiro de caminhada e, principalmente um grande lutador pela cidadania, em particular para a pessoa com deficiência. A partir da presença da Marcinha, ele, a Dona Ildeman e toda a sua família conseguiram melhorar a vida de muitas pessoas pelo Brasil. Amor é a palavra-chave para definir um homem de tantas obras."

Neuza de Sá, presidente da Federação das APAES do Paraná“Para nós, do movimento apaeano, fica uma lacuna muito grande, pois o Dr. Justino é o nosso companheiro apaeano número 1. Ele é memória em todos os nossos 58 anos de história. Na saúde, na educação, na assistência, no esporte, no trabalho, na cultura e no lazer. Toda a história da APAE está pautada pelas memórias, pelo empenho, pela dedicação do Dr. Justino. Em tudo o que olharmos nas APAEs, em todos os alunos, todas as pessoas com deficiência estaremos lembrando sempre do Dr.  Justino.”

Bilsã Pereira, presidente da APAE de IbiporãSou um discípulo do Dr. Justino. Eu o conheci na década de 70, trabalhei numa das empresas dele, acabei vindo conhecer a APAE por intermédio dele, tive uma filha e aqui ingressei no movimento apaeano. O Dr. Justino foi fundamental para a educação especial no Brasil e foi o ‘número 1’ das APAEs no Brasil. Pelo trabalho que ele desenvolveu. Por isso, é uma satisfação falar no nome do Dr. Justino. Ele era uma pessoa muito ativa. Mesmo com a sua idade (89 anos), todos os anos ele vinha à APAE, traçávamos o planejamento juntos. Foi uma pessoa que vivenciou até o último minuto da sua vida. Por isso, para nós, é muito importante prestarmos homenagem a ele. Faremos um memorial e vamos colocar o nome dele no nosso setor clínico. É mais do que justa toda homenagem que fizermos ao Dr. Justino. E em Ibiporã ele também foi uma referência. Como médico, muitas pessoas passaram por suas mãos. Por isso estamos recebendo muitos e-mails, telefonemas, inúmeras mensagens de carinho a ele. Já decretamos na APAE sete dias de luto oficial e agradecemos a todos os que abraçaram este cidadão, que deixou uma importante história marcada nas nossas vidas.”
de Jaime Kaster - Núcleo de Comunicação Social-PMI
Fonte: http://ibipora.pr.gov.br/noticia/mostrar/20227-Homenagens+ao+Dr++Justino+Alves+Pereira.html 
Postar um comentário